Os teclados de cor

Le Corbusier (1887-1965) é considerado um dos arquitectos mais famosos do século XX. A sua obra influencia decisivamente a arquitectura e o design até aos dias de hoje. A criação de cores das suas construções e dos seus designs era tão importante para Le Corbusier como a planta ou a forma.
 
Fascinado pelas cores equilibradas da natureza, Le Corbusier desenvolveu a sua "Polychromie Architecturale" a partir de uma selecção inteligente e artística de pigmentos.

O sistema único de cores foi desenvolvido pelo excepcional artista suíço em duas etapas. O primeiro teclado surgiu em 1931 e o segundo em 1959.
Em 1931 com 43 nuances suaves e em 1959 com 20 tons fortes e dinâmicos. Os teclados de cores baseiam-se na repetição de poucos tons de base seleccionados, a partir dos quais Le Corbusier derivou mais tons. Completamente harmónicos por natureza, podem ser combinados com um efeito impressionante e são, até hoje, o resultado surpreendente da sua experiência como arquitecto, designer, artista e criador de cores.

Cor cria atmosfera

Para Le Corbusier, importante era a harmonia das cores, o efeito da cor sobre o ser humano e o espaço. Com isso, a sua Polychromie Architecturale única é até hoje uma fonte de inspiração importante na concepção de espaços e edifícios. Ao mesmo tempo, o sistema de cores singular oferece segurança na selecção das cores.

A particularidade: cada uma das 63 cores Couleurs® Le Corbusier pode ser combinada com outra cor qualquer do sistema. Devido a esta propriedade notável, assim como à especial profundidade de cor, a palete de cores continua a entusiasmar até hoje.

Foto: Wolfgang Stahr

Polychromie Architecturale

O arquitecto Le Corbusier

Le Corbusier é o arquitecto mais importante do século XX e depois. A sua obra tem uma influência determinante até hoje sobre a arquitectura e o design. Para Le Corbusier, tão importante como a planta ou a forma era o desenho de cor dos seus edifícios e desenhos.
Todas as imagens ©FLC/ADAGP